Fotografia Mobile Outdoor: confira dicas para registrar a sua aventura

Em meio a tantas possibilidades tecnológicas de criação e compartilhamento de conteúdo e experiências, o registro fotográfico das nossas atividades outdoor se tornou praticamente uma necessidade. Mesmo para aqueles que não usam esse tipo de ferramenta a oportunidade de rever momentos especiais é sempre uma recompensa. Então que tal pegar algumas dicas profissionais que vão te ajudar a capturar fotos interessantes para se publicar ou recordar só com um celular na mão?

A fotógrafa e montanhista mineira Taísa Maar (@taisamaar) é uma referência quando se trata de fotografias outdoor. Seu olhar e cliques em diferentes biomas brasileiros, especialmente em regiões de altitude, já renderam exposições e workshops, e aqui Taísa passa um pouquinho do seu vasto conhecimento para quem quer tirar fotos com a praticidade que precisamos quando estamos no meio de uma caminhada, mas também com técnicas e elementos que favorecem a produção de uma boa imagem:

Samsung Galaxy S III Mini; f/2.6; 1/490s; ISO-50; sem flash

Samsung Galaxy S III Mini; f/2.6; 1/30s; ISO-80; sem flash

Por onde começar?

O primeiro passo para se fazer fotografia de celular, ou qualquer outro dispositivo, com qualidade é o planejamento.  Alguns métodos e pormenores práticos são essenciais à execução de uma narrativa ou enquadramento que você queira alcançar com uma imagem fotográfica. São procedimentos como a verificação das condições climáticas, de horário para se estar em determinado ponto de uma trilha e até mesmo se inteirar sobre a geografia e biologia do local, o que poderá te permitir encontrar desde o melhor cenário até o período do dia em que ocorre a abertura de um botão floral.

 

Entenda como funciona sua câmera

Estamos acostumados com as facilidades e utilidades da inteligência artificial, mas em seus fundamentos a fotografia é mecânica e manual. A sugestão é que em vez de usar filtros e o desfoque automático, que estão presentes em muitos aparelhos, você procure entender os recursos básicos da sua câmera, como o foco, limite do zoom, distância em que um objeto fica em primeiro plano em relação a um fundo. Opte por aplicativos que ofereçam recursos para o aperfeiçoamento base das imagens, como luz, cor, detalhe, curva, em vez daqueles que dispõe de uma gama de manipulação que se afastam muitos dos princípios da edição e até da realidade.

 

Encontre sua identidade própria e originalidade

Para além da técnica, podemos notar que quando temos duas pessoas com uma mesma câmera e em um mesmo lugar, resultados diferentes são obtidos no ato de fotografar. Então mesmo que existam situações semelhantes, uma mesma conduta ou um mesmo procedimento não produzirão o mesmo efeito, isso porque é possível que cada um coloque o seu modo de ver em foco através de uma simples lente de celular. Vale a pena exercitar o seu lado observador e acreditar em suas referências e naquilo que você quer expressar a partir do que está vendo. O nascer do sol e um tapete de nuvens que vemos de um cume são fenômenos naturais que se repetem, mas a sua identidade própria vai trazer um viés artístico e original ao clique.

 

Agora, que tal explorar a sua criatividade e o que você aprendeu aqui?!

Câmera do celular a postos, mochila nas costas, água, protetor solar para se aventurar nos cliques! Boas fotos!

 

Grande abraço e boa aventuras!

 

Equipe Nautika!

Veja também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *