E aí, vamos pescar? Tipos de pescaria!

Esta pergunta abre um leque infinito de opções, não é mesmo? Por incrível que pareça, a pesca tem uma gama enorme de possibilidades e também pode exigir grandes habilidades e desafios!

 

E saiba que, pescar além de ser uma atividade extremamente relaxante, pelo contato constante com a Natureza, tem a capacidade de reconectar as energias e a longo prazo trazer enormes benefícios para o seu bem-estar.

 

Para você que tem interesse no assunto, listamos abaixo os principais tipos de pescaria:

 

  • Artesanal – Esta modalidade é praticada para o sustento comercial. Normalmente é fruto da mão de obra familiar, moradores ribeirinhos ou caiçaras que reúnem seus familiares e pequenas embarcações para a sua sobrevivência. Geralmente são utilizadas redes e a pesca é feita nas proximidades das margens dos rios, lagos e do mar.
  • Submarina – Pescaria essencialmente predatória, onde o pescador se utiliza de arpões, snorkel ou cilindro. Sua ideia é capturar peixes entocados em pedras.
  • Esportiva – Este é o tipo de pesca onde se valoriza o meio ambiente e toda natureza. A essência deste tipo de pescaria é explorar toda a experiência da pescaria, destacando o contato com a natureza e tomando total cuidado com a preservação. Todo peixe capturado, posteriormente é solto, logo após os pescadores registrarem diversas fotos do protagonista.  Muitas associações e o governo tem incentivado esta pratica, para que aja a exploração da natureza de maneira sustentável e total cuidado com o meio ambiente.
Tipos de pescaria: Esportiva

Tipos de pescaria: Esportiva

  • Praia (Surf Fishing) – Devido aos extensos quilômetros de praias da costa brasileira, a pesca de praia é uma das modalidades mais praticadas em nosso país. A pesca na praia, demanda equipamentos apropriados para contato com a água salgada e que sejam reforçados, já que exige longos arremessos. Exige também do pescador, conhecimento da leitura da praia, tipo de marés, canal onde os peixes estão se alimentando e os tipos de alimentos desejados por eles.
  • Fly – A pesca com mosca é considerada uma das mais antigas formas de pesca no mundo e também uma das mais artísticas (Fly em inglês significa mosca). Nesta pescaria, a isca tenta imitar um inseto na água, onde o peixe costuma se alimentar. Geralmente o pescador de Fly, possui em sua casa uma oficina, onde ele mesmo confecciona suas iscas. Por esse motivo, ele tem que colocar em pratica toda sua habilidade de artesão. Sem dúvida alguma, é uma modalidade para os amantes da pesca.
  • Oceânica (Ocean) – Este tipo de pescaria demanda uma preparação antecipada, pois geralmente se trata da pescaria de longa duração. Os barcos têm que estar bem preparados com motores potentes, manutenção em dia e todos os aparelhos de monitoração possível. Para o pescador, ele também deve levar em conta, como está sua saúde e sua ambientação com os balanços do mar e grande movimentação do barco, pois em muitos casos, faz com que muitos pescadores sintam vertigens e tenham muito desconforto. Um outro fator importante é a questão do tempo. A previsão meteorológica é muito importante, para que seja possível acompanhar as ondas, vento e marés. Exige um planejamento bem detalhado.
  • Pesca com caiaque – Este tipo de modalidade é bem recente e tem atraído um grande número de pescadores. Além de muito ecológica, permite que o pescador desfrute da natureza de uma forma interativa e silenciosa. Além de ser muito eficiente, permite a aproximação dos peixes sem que ele perceba. Geralmente é praticado em lagos e rios com poucas correntezas, já que necessita da utilização constante de remos.

 

Curtiu nosso post de hoje? Lembrando que se houverem dúvidas, críticas ou sugestões de review, nós ficaremos muito felizes em responder. Então é só deixar o seu comentário!

Até a próxima!

Veja também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *