Como reparar um furo no colchão inflável?

Meu colchão furou e agora, como reparar esse furo?

Quantos de nós já passamos por esse perrengue em nossas aventuras, não é verdade?

Independentemente da qualidade do colchão, todos nós estamos sujeitos a enfrentarmos essa situação!

Muitas vezes, um espinho, pedacinho de madeira, galhos ou gravetos minúsculos podem furar o piso de nossas barracas e consequentemente o nosso colchão.

A pergunta que fica é: E agora? Como resolver esse problema?

O ideal nessas situações é ter a mão um kit de reparo para colchões, porém, apenas ter o kit não nos livra do problema, pois se faz necessário verificar se a cola está no prazo de validade e se sabemos consertar, já que isso fará toda a diferença.

A Nautika e a Guepardo por exemplo, possuem kits de reparo para colchões, na qual indicamos deixar no porta malas do carro, pois em qualquer eventualidade estará à disposição.

Vamos fazer um passo a passo para ajudar nessa tarefa simples, mas tão importante para os campistas que sonham com um sono perfeito!

  1. Encha o colchão;
  2. Aplique álcool no antebraço e passe o mesmo sobre a superfície do colchão, pois o álcool aumentará substancialmente a sensibilidade da pele e qualquer “ventinho” será facilmente identificado;
  3. Com o seu furo identificado, pegue um reparo e corte redondo não deixando pontas, já que aumenta a aderência do reparo na superfície do colchão;
  4. Aplique uma fina camada de cola sobre o colchão e sobre o reparo, deixando a cola secar por até 1 minuto, então cole o reparo ao colchão e pressione por aproximadamente 5 minutos;
  5. Encha e verifique se a colagem ficou perfeita.

Agora é só se preparar para uma ótima noite de sono.

Lembrando que se o furo ocorrer na parte aveludada do colchão, é prudente lixar e passar acetona para retirar o aveludado, deixando apenas o PVC!

 

Grande abraço a todos e boas aventuras!

Veja também...

2 Resultados

  1. Carlosrecce disse:

    Parabéns muito esclarecedor! De grande ajuda aos campistas !!

  2. Blog Nautika Lazer disse:

    Obrigado Carlos! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *